O controle de acesso em condomínios é algo que deve ser levado muito a sério para a garantia de segurança dos moradores.

Você já imaginou como o alto fluxo de pessoas no local onde você mora pode ser perigoso, caso não haja um acompanhamento com identificação? É importante saber quem está entrando e saindo e o porquê disso.

Basicamente, uma simples gestão de projetos, aliada ao uso de tecnologias, pode dar a segurança que você busca para todos os residentes do local.

Pensando nisso, separamos algumas dicas eficazes para facilitar o controle de entrada e saída e garantir o bem-estar dos condôminos. Se interessou? Acompanhe!

1. Faça uma lista de cadastramento

Sejam visitantes ou prestadores de serviços, é extremamente importante que haja uma lista de cadastramento para identificação.

É rotineiro que moradores recebam parentes e amigos em suas casas, e quanto maior o condomínio, mais pessoas poderão acessar suas dependências. Para isso, um simples cadastro pode aumentar a segurança: informações como nome e para qual residência elas vão são maneiras eficientes de conhecer quem está entrando.

Prestadoras de serviço contratadas também devem ser registradas! Confirme as informações das empresas e funcionários antes de autorizar o acesso. Essa é uma forma de prevenção profissional e eficaz e deve ser sempre feita.

Fazer esse cadastro é fundamental para garantir a segurança da melhor forma, então mantenha atenção!

2. Utilize uma solução tecnológica para auxiliar este processo

Fazer o controle de acesso em condomínios pode ser trabalhoso e, às vezes, demanda tempo que o administrador muitas vezes não tem. Por que então não usar a tecnologia ao seu favor?

Com as evoluções da tecnologia no nosso dia a dia, foram desenvolvidos sistemas capazes de ajudar a fazer este gerenciamento de controle de acesso de maneira muito mais segura e confiável.

Imagine determinados períodos, como festas de fim de ano e férias escolares, em que o fluxo de pessoas é muito maior do que o normal: essas soluções facilitam o trabalho e são muito mais precisas para fazer um acompanhamento de entrada e saída.

Isso garante um bom auxílio aos visitantes, que terão que esperar menos para fazer a checagem ou cadastramento de dados e garante a segurança dos moradores.

3. Invista em biometria no condomínio

A tecnologia pode ser aliada não só na implementação de soluções tecnológicas para pessoas externas como para os domiciliados.

Uma das maneiras mais eficazes e seguras para fazer o controle de acesso é a biometria. Quanto maior o condomínio, maior é o fluxo da portaria e mais trabalho de se fazer um cadastro e checagem de informações.

A intenção de instalar um sistema de biometria para moradores é garantir a tecnologia mais avançada em relação ao controle de acesso, além de aumentar consideravelmente a segurança no fluxo dos moradores.

Vamos supor que em um condomínio seja feita essa implementação: os moradores terão mais praticidade de ir e vir sem abrir mão da segurança, já que os visitantes ainda passarão por uma checagem de dados mais precisa e, não necessariamente, a tecnologia da biometria precisa ser a opção para este público.

A solução oferecida pela INFOX, por exemplo, permite a flexibilização do projeto de controle de acesso, oferecendo diversas tecnologias (biometria, tag veicular, cartão de proximidade ou senha) que podem ser atribuídas a cada perfil: morador, visitante ou prestador de serviço.

E então, gostou das nossas dicas sobre controle de acesso em condomínios e como ele pode te ajudar a acompanhar o fluxo de pessoas? Assinando a nossa newsletter, você receberá direto na sua caixa de e-mail, diversos artigos que podem te interessar!

 

Share: