Os condomínios, principalmente nas grandes cidades, são vistos como formas de moradia segura. Neles, o síndico tem um papel crucial para evitar que falhas de segurança em condomínio aconteçam, evitando possíveis assaltos e mantendo o local realmente protegido.

Mas, para ser eficiente nesse processo, é preciso conhecer os principais erros que devem ser evitados. Quer conhecer alguns deles? Confira o nosso artigo e veja as quatro dicas que vamos mostrar, você não vai arrepender!

1. Falta de planejamento e investimento na estrutura física do condomínio

O primeiro passo para manter a segurança em condomínios é ter um planejamento e uma estrutura física que possibilitem manter o local seguro. Isso inclui a instalação de câmeras de vigilância e um controle rígido das pessoas que entram e saem do lugar. Contar com uma solução de controle de acesso, portanto, é imprescindível para garantir a primeira triagem de quem entra no condomínio e garantir, portanto, a segurança no local.

Só assim é possível evitar que pessoas estranhas e mal intencionadas entrem no local e que prejudiquem a segurança do condômino.

2. Contratação de serviços de segurança terceirizados sem avaliar antes a empresa

Contar com uma empresa parceira para ajudar você nos processos de segurança no condomínio é uma etapa importante que o síndico deve levar em consideração. No entanto, na hora de fazer isso, deve ser avaliado para quem serão terceirizados os serviços de segurança. 

Nesse caso, o preço não é o principal fator, mas sim a qualidade dos serviço que será prestado. Por isso, sempre faça uma pesquisa de mercado e contrate empresas que realmente agreguem aos serviços de segurança em condomínios.

3. Não avaliar o perfil dos funcionários

O seu agente de portaria deve ser uma pessoa qualificada para o trabalho. Por isso, é necessário avaliar bem qual é o perfil dos seus funcionários e, sempre que possível, procurar meios de capacitá-los. Assim, eles poderão lidar com as diferentes situações que podem ocorrer no dia a dia da melhor forma possível.

O preparo é um grande diferencial na hora de manter a segurança no condomínio. Por isso, vale a pena procurar uma empresa que seja capaz de ajudar você a montar o controle de acesso e a capacitar os profissionais para trabalhar na portaria.

4. Descumprir os procedimentos de segurança

Os procedimentos de segurança, obviamente, foram elaborados para manter o local seguro e para evitar que ocorram invasões e roubos dentro do condomínio. Por isso, eles precisam ser levados a sério. Ter no papel os procedimentos e não colocá-los em prática é um erro que pode custar caro.

Se tiver dificuldade de executar esses processos, pode ser interessante buscar por uma empresa parceira que ajude você a rever o que está dando errado e que corrija o problema.

Conhecer esses erros de segurança em condomínio é fundamental para que você consiga reavaliar os processos do local onde reside. Assim, será possível solucionar o problema antes que algo maior aconteça. Não hesite em procurar a ajuda de empresas especializadas nesse assunto, você terá um diagnóstico de procedimentos eficiente e conseguirá todo o treinamento necessário para manter o condomínio o mais seguro possível.

Gostou de conhecer esses quatro erros de segurança em condomínio que devem ser evitados? Quer ter acesso a outros conteúdos de qualidade como este no seu e-mail? Assine a nossa newsletter!

Share: