Nunca foi tão fácil e, ao mesmo tempo, tão desafiador empreender como nos dias atuais. Essa dualidade não é à toa, visto que com um investimento moderado você pode abrir um negócio. Por outro lado, se diferenciar no mercado não é uma tarefa simples. Inovar vem sendo a palavra de ordem para qualquer empresa que queira alcançar o sucesso, pois há grande competitividade em qualquer nicho de mercado existente.

A gestão de inovação é um excelente aliado para o crescimento das empresas. Se você ainda não conhece ou tem dúvidas sobre o assunto, neste artigo, explicamos o conceito e a importância do tema. Você ainda vai conferir três dicas sobre o processo. Vamos lá?

O que é gestão de inovação?

O termo trata da administração de novas ideias que, futuramente, podem se tornar algo inovador. É por meio dela que é avaliado todo potencial de novos projetos e, a partir daí, é possível verificar se será necessário adequar e quais são suas vantagens.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, inovar não necessariamente está ligado ao fato de se ter uma ideia genial. Na verdade, pode ser um projeto que, com novas técnicas, conseguiu fazer com que um processo ficasse mais rápido, completo e com baixo custo para a empresa.

A gestão dessas ideias se baseia, principalmente, no planejamento estratégico que a empresa já desenvolve e aonde ela quer chegar. A partir desse ponto, são levantados quais recursos serão usados, equipes necessárias, etc.

Vale ressaltar que uma cultura organizacional também poderá facilitar o surgimento de ideias que podem ser consideradas inovadoras.

Qual a importância da gestão de inovação?

De fato, para que algo se torne verdadeiramente inovador é necessário, de forma geral, que três características estejam presentes: criatividade, demanda e viabilidade.

Não necessariamente essa é uma fórmula básica para inovar, mas pode ser um bom ponto de partida em busca de melhorar algo existente ou criar um totalmente novo.

Se você busca inovar em todos os processos pertinentes ao seu negócio, ela tende a se beneficiar com essa ideologia. Dentre outros fatores, elas tentam diminuir seus custos e aumentar o lucro, correto?

Além de tornar sua empresa mais competitiva, será visível o ganho de desempenho e produtividade de todos os envolvidos com o seu negócio, já que a mentalidade de criar ou melhorar algo estará enraizada em sua cultura.

Confira 3 dicas para inovar no negócio

Uma vez entendido o que é e qual sua importância, é chegado o momento de darmos dicas sobre como pode ser feita a gestão de inovação na sua empresa.

1. Estimule a inovação no ambiente de trabalho

Um ambiente de trabalho onde todos colaboradores são incentivados a terem novas ideias, que contribuam para o crescimento da empresa como todo, significará que está próximo de surgirem processos realmente inovadores.

Oferecer cursos, workshops e encontros criativos são alguns processos que estimulam ainda mais o surgimento de novas ideias.

Um programa de sugestões também pode ser uma boa estratégia, pois garante a fomentação de novas contribuições e engaja seus colaboradores à uma administração mais participativa.

2. Firme parcerias externas

De certo modo, estimular a inovação no ambiente de trabalho pode ser considerada uma parceria entre empresa e os colaboradores. Por outro lado, as externas também são bem-vindas, já que uma empresa poderá complementar a outra.

Recorrer a universidades ou empresas especializadas na gestão do varejo, por exemplo, pode ser um pontapé inicial, já que essas instituições têm em seu DNA o estímulo e a criação de novas ideias.

3. Priorize o profissionalismo

Assim que for implementado esse novo conceito interno, busque tratar o surgimento dessas novas ideias de maneira profissional. Basicamente, identifique as fontes, faça uma apuração, teste os conceitos e, se tudo for dentro do ideal, crie um protótipo de produto ou serviço.

A gestão de inovação pode ser um processo simples, mas precisa ser feito com bastante atenção e demandará o esforço e engajamento de toda a empresa. Mas, no fim das contas, os benefícios podem ser gigantescos para o seu negócio.

Gostou do artigo e quer ter mais informações? Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar!

Share: