Se em 2017 os negócios se voltaram para o mundo online, em 2018 a transformação digital no varejo vai correr contra o tempo, já que a pressão em busca de redução de custos nunca foi tão intensa no mercado global, exigindo, ao mesmo tempo, segurança e qualidade.

Se você não estiver a par dessas mudanças, sua empresa poderá ficar para trás. Por isso, neste artigo, vamos apresentar cinco tendências que estão chegando com tudo. Acompanhe!

1. Caminhos de compra intuitivos e fáceis

Em um futuro bem próximo, as lojas estarão onde o cliente estiver. Isso fará com que os varejistas se esforcem para que os potenciais clientes descubram seus produtos de forma natural.

Seja online ou física, a jornada de compra do cliente deverá seguir as quatro partes, sem ignorar nenhuma etapa: inspirar, entregar algo novo, favorecer a escolha e converter. Na prática, a tendência comportamental fala sobre criar caminhos de compras seguidos sem interrupção — quanto mais intuitivos e fáceis, mais satisfeito o cliente se sentirá.

2. Compras omnichannel

A integração entre online e offline ainda é um desafio para os varejistas. Entretanto, a corrida não para! Trata-se de ser onipresente nas mídias variadas para capturar a lealdade dos clientes e parceiros.

Os consumidores buscam experiências de compras capazes de integrar canais distintos. Não há como fugir mais dessa realidade. Assim, os varejistas de sucesso serão aqueles que interagirem não só no físico, mas no digital também.

3. Realidade aumentada

A tecnologia que mescla o mundo real com o virtual foi muito testada em mercados diferentes em 2017. Agora, ela vem com tudo no varejo.

Ao permitir que o cliente interaja melhor com o produto, a realidade aumentada possibilita que o consumidor aponte seu celular para um objeto de decoração e já o visualize em sua casa, por exemplo.

Com essa inovação, as compras poderão ser feitas com mais confiança, trazendo uma experiência de consumo mais focada na satisfação. Imagine o mundo de possibilidades no mercado das lojas!

4. Beacon

Idealizada pela Apple, a tecnologia Beacon já é uma realidade nos Estados Unidos e se espalhará pelo mundo com ainda mais força em 2018.

Muito comum nas lojas norte-americanas de varejo, a tecnologia Beacon é utilizada para promover a interação entre clientes e produtos.

A partir de dispositivos de localização, é possível acompanhar a movimentação no estabelecimento. Assim, dá para saber em quais espaços os clientes permanecem mais e por quanto tempo, entre outras possibilidades.

Essa tecnologia permite o reconhecimento da presença de clientes cadastrados quando estão pelas redondezas da loja. Com isso, o investimento em ações de marketing de proximidade se torna mais eficaz.

5. RFID

Por mais que você não perceba, o método de identificação por sinais de rádio já faz parte de nossa rotina diária, como acontece no pagamento automático de pedágios.

Esse método capaz de armazenar dados pode revolucionar os processos no varejo, indo além do controle do estoque e rastreamento inteligente.

A implementação da tecnologia permitirá uma leitura rápida do carrinho de compras nas lojas, validando as mercadorias sem a necessidade de passar os produtos individualmente no leitor digital (no caso do setor de autosserviço, por exemplo).

A transformação digital no varejo é um processo irreversível que trará benefícios em diversos procedimentos. Levando em conta os países mais desenvolvidos, apesar de ter um longo caminho para percorrer, o Brasil não está tão atrás assim.

Quer saber mais sobre uma outra transformação que já tem trazido mudanças significativas no varejo? Então baixe nosso e-book sobre gestão em nuvem e descubra como sua loja precisa se atualizar nesse sentido!

 

Share: