Melhorar o armazenamento de mercadorias sempre foi fundamental para qualquer empresa. As necessidades atuais, seja por causa das demandas, seja pela qualidade, fizeram com que os meios tecnológicos cumprissem um grande papel nos programas de armazenagem, por meio de novas técnicas de gestão e formatos de estocagem.

Atualmente, os varejistas buscam constantemente novos meios para aumentar a performance da administração e armazenagem de mercadorias, visando a redução de custos e melhorando seus resultados.

Pensando em ajudar você nesse processo, preparamos este artigo ensinando como controlar o armazenamento e o recebimento de mercadorias. Acompanhe o texto e esclareça suas dúvidas!

A importância de controlar o recebimento e armazenamento de mercadorias

O recebimento de mercadorias é a etapa número um no trajeto do produto em um Centro de Distribuição (CD). Por envolver atividades complexas, como o descarregamento das cargas e a conferência da quantidade e integridade dos produtos, é fundamental que essa etapa seja desenvolvida com bastante atenção.

Apesar de toda essa importância, contudo, não é difícil observar a desorganização de mercadorias ou a falta de conhecimento quanto à gestão de estoque.

De fato, um CD não setorizado pode originar uma série de problemas que acompanha toda a cadeia de abastecimento, impedindo até que os itens comprados e disponíveis sejam vendidos. Essa falta de controle pode trazer alguns impactos, como:

  • redução do giro (perda de rentabilidade devido a mercadorias ociosas);
  • ruptura de estoque (falta de um item na hora da compra);
  • insatisfação do cliente com a falta da mercadoria.

Para evitar essas situações, vejamos agora quais são as fases e momentos importantes nesse fluxo de trabalho, destacando o que você precisa saber sobre essa movimentação.

A estocagem e a identificação no armazenamento de mercadorias

Quando a empresa receber mercadorias, o seu armazém precisa sempre estar preparado para recebê-las, conforme as necessidades do negócio. O endereçamento, por exemplo, é muito importante e aumenta a agilidade para buscar e entregar os itens estocados, proporcionando economia.

O código de barras é um mecanismo bastante usado para o endereçamento, fazendo com que os operadores consigam transportar os materiais até o local próprio para estocagem. Identificado por meio do código, fica bem mais fácil encontrar o item na armazenagem, tendo seu registro na solução de gestão integrada.

Além dessa simplicidade, a logística de armazenagem também consegue manter o controle e a precisão de novas compras, permitindo que o estoque fique constantemente atualizado.

O processo de picking (separação e preparação de pedidos)

No momento em que uma mercadoria chega no local de separação na armazenagem, ela pode ser desfeita e dividida de acordo com o volume de pedidos. Essa é a ação de picking (ou separação): quando o pedido é organizado para atender as necessidades da produção ou de outras seções do empreendimento.

Sendo feito de modo correto e conforme o fluxo de informações e documentos, o picking permite, com exatidão, o posicionamento das mercadorias para não aumentar custos com mão de obra.

A expedição

A armazenagem não se limita ao recebimento e controle dos produtos e matérias primas necessárias à produção — no caso de varejos que comercializem produtos que envolvam manufatura —, mas também envolve o abrigo e a remessa de itens finalizados. Nesse procedimento, são necessários cuidados especiais com a embalagem, de acordo com os pedidos, determinando-se uma espécie de acondicionamento para cada tipo de transporte usado.

Formas de auxiliar às empresas quanto a isso são soluções tecnológicas para o varejo que integram e gerenciam todo o ciclo de negócios, além da leitura XML da nota fiscal eletrônica do fornecedor.

O inventário

A logística no setor da armazenagem exige registros indispensáveis de todos os itens armazenados. O inventário ordenado, nesse caso, é de grande importância para a manutenção dos estoques e para a sistematização da empresa como um todo.

O inventário rotativo, ou cíclico, por exemplo, é um procedimento bastante eficiente, permitindo a contagem constante dos itens em estoque com uma frequência pré-definida — mantendo, desse modo, os dados atualizados nas soluções de gestão. Além disso, ele controla as quantidades para que a armazenagem não deixe de acolher às necessidades de produção.

Boas práticas de recebimento de produtos

Agendamento de entregas

O primeiro passo para quem quer se livrar das problemáticas com o recebimento de mercadorias é estabelecer o agendamento. Dessa forma, os fornecedores não chegarão no mesmo momento, sendo obrigados a aguardar por prazo indeterminado no espaço para recebimento.

A entrega e oferta no varejo são pontos cruciais para quem deseja apresentar diferenciação. De olho nisso, o ideal é que os profissionais que recebem a tarefa de entregar os produtos tenham informações precisas para garantir a eficácia do processo.

Preparo dos funcionários

Funcionários bem treinados também são a chave para um processo de recebimento de mercadorias inteligente e ágil. E esse preparo precisa ser tanto técnico quanto em relação ao tratamento oferecido aos fornecedores.

O gestor da área de recebimento costuma saber o sequenciamento da atividade, portanto, é a pessoa mais indicada para treinar os seus colaboradores. Busque, assim, deixar bem claro o que se espera de cada profissional quanto à prevenção de perdas, produtividade, controle de desperdícios e práticas de segurança.

Política para os fornecedores

Que tal definir uma política para que os fornecedores conheçam, sem desculpas, todas as regras quanto às entregas da loja? Seguindo essa prática, o documento deve conter todos os detalhes importantes, como as especificações de horários e resoluções diante dos eventuais atrasos.

Também é fundamental que os fornecedores, o pessoal de compras e todo o time interno da área de recebimento conheçam as normas contidas na política. Dessa forma, o desencontro de informações terá menos espaço da empresa, impedindo a criação de expectativas que não poderão ser atendidas.

Enfim, diante de tudo isso, você já parou para considerar que ter uma solução em tecnologia pode ser o grande trunfo para a agilização do controle de estoque, reduzindo suas chances de erro?

Quando os profissionais dispõem soluções tecnológicas que facilitam o seu cotidiano de trabalho, os bons resultados são, sem dúvidas, potencializados. E, como vimos, isso pode ser muito benéfico para o recebimento de mercadorias!

E aí, gostou do artigo? Agora, que tal ler também um pouco mais sobre como a tecnologia atua no controle de estoque?


PRECISA DE AJUDA PARA REALIZAR A CONTAGEM DE ESTOQUE DE SUA EMPRESA?

Nossos consultores podem te ajudar nesta tarefa com rapidez e, principalmente, especialização. Para que o resultado seja eficaz, garanta que sua empresa está utilizando a melhor metodologia: conte com a INFOX!


Salvar

Salvar

Salvar

Share: