Para os condôminos, assim como para a população em geral, fazer encomendas é cada vez mais fácil. Entretanto, a entrega efetiva, feita com segurança e agilidade, pode ser um desafio. Afinal, como recebê-las em um condomínio sem que isso resulte em constrangimentos, estresse ou frustrações?

É muito importante tomar providências para que as encomendas não sejam perdidas e nem que cheguem trocadas no momento da entrega. Mas como fazer isso de modo eficiente? Para ajudar você, separamos quatro dicas. Continue a leitura e confira!

1. Comunicação transparente

A primeira coisa que merece sua total atenção é a comunicação com (e entre) os moradores do seu condomínio, que deve ser sempre transparente, principalmente quando a missão é gerenciar o recebimento de mercadorias destinadas a pessoas bem diferentes umas das outras. Por isso, ao estabelecer as regras, convoque uma assembleia com o fim específico de estabelecer as normas para o recebimento (e a entrega) de encomendas.

Quanto mais condôminos participarem, maior será o conhecimento deles quanto as regras e procedimentos que cada um deve tomar. Isso vai ajudá-lo a manter o condomínio organizado e com uma boa convivência entre os moradores.

Lembre-se de que também é preciso mostrar a cada um dos colaboradores do condomínio como é feito o processo. Assim, será mais fácil assegurar o cumprimento das regras por todos os envolvidos, já que cada um saberá qual é a sua responsabilidade.

2. Regras claras para receber encomendas

Para prezar pela boa convivência entre moradores de um condomínio, é imprescindível estabelecer regras claras. No caso das entregas, o ideal é estabelecer uma série de normas voltadas especificamente para que os Correios e outros serviços de entrega possam acessar o local. Vale, por exemplo, determinar:

  • limite de tamanho / volume permitido de uma encomenda (se necessário);
  • o valor da encomenda recebida;
  • procedimentos para recebimento de mercadorias, incluindo horários;
  • se há (ou não) necessidade de um comprovante de entrega na unidade habitacional;
  • espaço para que as mercadorias serão guardadas;
  • prazo máximo para retirada das mercadorias e correspondências.

Tomar cuidados como estes pode evitar problemas entre os moradores e garantirá a segurança das encomendas.

3. Sinalização que funciona

Alguns condomínios optam por manter uma portaria remota, o que quer dizer que o agente de portaria não fica presente no local de entrada do condomínio.

Isso pode ver muito vantajoso em geral. No entanto, para que as encomendas sejam recebidas de modo ordeiro, é preciso que alguém tenha sido nomeado pelo condomínio para recebê-las. Para evitar problemas com as pessoas envolvidas nesse processo, é necessário que esta informação esteja bastante clara e sinalizada.

Uma dica é sinalizar no interfone qual é o apartamento responsável pelo recebimento das mercadorias.

4. Uso da tecnologia

Para receber as encomendas de modo apropriado, é importante que o condomínio conte com tecnologias que possam auxiliar nesse processo. Com alguns recursos de ponta, a comunicação pode ser facilitada e a segurança das pessoas é preservada.

Alguns exemplos de recursos tecnológicos que podem ser implementados são:

  • câmeras de segurança;
  • sistema de controle de acesso;
  • interfones totalmente integrados e automatizados;
  • aplicativos no condomínio que permitem a comunicação entre os moradores e administradores.
Controle de Acesso
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Clique aqui para baixar o e-book gratuitamente!

Como se percebe, receber as encomendas em condomínios é um processo delicado e que merece a sua atenção. À medida que você for colocando em prática as dicas que mencionamos você verá que esse processo no seu dia a dia será facilitado.

Gostou de conhecer essas 5 dicas para receber encomendas em condomínios? Quer ter acesso a mais conteúdo de qualidade como este? Veja agora a importância da gestão de documentos em condomínio!

Share: