Conteúdo atualizado em 30/10/2018


A estratégia omnichannel, uma das tendências mais promissoras do varejo, tem possibilitado um impulsionamento real nas vendas de empresas de todos os portes. É possível que você já tenha ouvido falar nesse método de nome complicado. Mas se ainda restam dúvidas sobre essa operação dominante no universo das compras, neste artigo, mostraremos como ela pode beneficiar sua empresa.

Imagine que você precisa comprar um par de tênis esportivos e anota o preço de um modelo que achou incrível, embora prefira ver como ele ficaria em seu pé. Você vai até a loja física e, para sua surpresa, um dos tênis preferidos só está disponível online. Já o outro tem um preço bem maior do que está nas suas anotações.

A frustração com a marca, o abandono do carrinho online e o longo tempo de espera por um produto são alguns problemas que podem ser resolvidos com a estratégia omnichannel. Continue acompanhando para entender melhor!

O que é a estratégia omnichannel?

Para entender essa tendência, podemos começar analisando a formação do termo: a palavra “omni” vem do latim “tudo”; já o termo “channel” quer dizer “canal” em inglês. Sendo assim, a junção de ambas faz referência à presença em todos os canais.

Ao optar por uma estratégia omnichannel, você se dispõe a entregar para o cliente uma experiência de compra mais completa. Quanto menos barreiras existirem entre o onlinee o offline, mais conversões em vendas sua empresa fará!

É interessante notar que trata-se de ter todos os canais interligados, sem concorrência interna. Seguindo o conceito, um canal deverá dar suporte ao outro, definindo uma jornada de compras totalizada e satisfatória para o consumidor.

Qual a diferença da estratégia omnichannel para a multichannel?

Caso você não saiba, multichannel é também um termo referente à multiplicidade e estratégia no mercado comercial. No entanto, é preciso atenção para não confundir a diferença entre os conceitos.

Uma estratégia multichannel, seguindo a indicação do próprio prefixo (multi), aponta para a variedade de canais. Trata-se de uma empresa que aposta em múltiplos canais de venda, porém, não necessariamente interligados. Nesse caso, a loja física não vê uma obrigação de estar ciente quanto ao que está sendo vendido no e-commerce e nem dos pedidos realizados.

Acontece que estamos vivendo em um momento em que as transformações na comunicação estão alterando os principais padrões e aspectos da vida contemporânea. O modo como criamos, consumimos, aprendemos e interagimos requer que as lojas do presente e do futuro deem um passo além da multiplicidade, repensando a integração.

Por isso, a jornada de compra dos consumidores passa por estudos contínuos, oferecendo rumo ao mercado do varejo. Continue lendo para entender como essa tática pode trazer vantagens significativas para o seu negócio!

Quais são as principais vantagens do omnichannel?

Quem decide investir na experiência do cliente por meio dessa estratégia poderá desfrutar de benefícios como o aumento na recomendação e fidelização. Afinal de contas, quando o atendimento é equilibrado, integrado e coerente, as chances de novas compras só aumenta.

Segundo uma pesquisa do IDC Retail Insights, os consumidores omnichannel gastam até 15% a 30% a mais em relação a quem prefere comprar na marca multichannel. As vantagens não param por aí. Dentre outros importantes pontos positivos, estão:

  • satisfação com os serviços prestados;

  • diversificação na oferta de conteúdos;

  • crescimento no número de vendas;

  • retenção de consumidores;

  • criação de novos formatos de interação com clientes;

  • maior autoridade no mercado;

  • facilitação na identificação de problemas na jornada de compras.


APROVEITE PARA BAIXAR ESTE E-BOOK GRATUITAMENTE!


Como usar a estratégia omnichannel nas vendas?

O uso dessa onipresença com foco voltado para atendimento e vendas pode garantir ganhos incríveis! A seguir, citaremos as principais formas de incorporar essa técnica nas vendas em busca de conversões:

Conhecer o público-alvo para vender experiência de compra

Se a meta é aumentar a satisfação dos clientes, o passo principal é conhecer, de fato, o perfil do seu público. A ideia do omnichannel contribui muito para esta etapa, visto que ela se baseia na fidelização não apenas pela qualidade do produto e do preço, mas pela experiência diferenciada que o consumidor teve ao comprar somente com você.

Para obter esse ganho, é necessário conhecer os hábitos de compra do público-alvo para oferecer algo valioso e adequado.

Rastrear a jornada de compras do público

Identificar em qual momento do processo da tomada de decisão para a realização da compra seu possível cliente está é fundamental para oferecer seu produto ou serviço no momento certo, de forma natural e irresistível.

A estratégia omnichannel trabalha com esse conceito ao tentar determinar os fatores que fariam o consumidor comprar, voltar a comprar ou deixar de comprar. Quando uma loja consegue rastrear a caminhada do cliente, sabendo quais são suas preferências, fica mais fácil oferecer o que ele precisa — desde a primeira pesquisa por preços até o pós-venda.

Integrar os canais para intensificar o relacionamento

Não se pode esquecer de que essa metodologia tem tudo a ver com os canais, portanto, é importante defini-los e personalizá-los conforme os dados obtidos sobre o público.

Com essa integração, você deverá alinhar o meio online com o offline. O usuário nunca poderá perceber lacunas entre eles, o que fará com que os departamentos da sua empresa também dediquem-se à integração.

Investir em dispositivos móveis para aprimorar a relevância

Uma verdadeira experiência omnichannel depende da integração com dispositivos móveis. Afinal de contas, atualmente, passamos mais tempo em frente ao smartphone do que à TV. A revolução digital trazida pelo avanço dos celulares deve ser acompanhada de perto e, por incrível que pareça, essa condição ainda é difícil para as empresas.

A cada dia, a jornada de compra migra do modo tradicional para um modelo mais moderno, em que o consumidor pesquisa por preços mais baratos dentro da própria loja física. Portanto, é necessário usar a tecnologia como algo a favor!

Um bom exemplo disso é disponibilizar para seu time de vendas dispositivos móveis (como o tablet) para fazer consultas pela loja, por exemplo: buscar informações sobre determinado produto em seu estoque, consultar preços, fazer um orçamento ou, até mesmo, verificar o status de uma entrega.

Esta medida relativamente simples beneficia não somente a dinâmica da sua equipe, promovendo mais agilidade e autonomia nas vendas, como mais comodidade ao seu cliente, que dispõe de pouco tempo e precisa ser bastante objetivo no momento da compra.

Com uma tática bem alinhada, você pode provocar uma verdadeira transformação na comunicação da sua empresa com seu cliente.

Ao oferecer experiências cada vez melhores para o seu público, você perceberá um aumento consequente nas vendas, pois eles serão resultados de ações eficientes. O abandono de carrinho é um dos principais desafios a ser ultrapassado no mercado dos e-commerces, e esse tipo de problema só se vence com engenhosidade.

A chave para obter bons resultados omnichannel é ajustar o foco contínuo no cliente, buscando compreender seu perfil e comportamento ao comprar, estabelecendo as melhores possibilidades para ele com plataformas e canais integrados — de forma simplificada, transparente e eficiente.

Não há dúvidas de que uma estratégia omnichannel bem implementada poderá trazer mudanças positivas para as suas vendas. Porém, para que isso aconteça, você deve ter uma equipe preparada para novas tecnologias. Confira este artigo para resolver essa questão

 
 
Share: