Muitas vezes, o empresário está tão ocupado com suas tarefas e deveres cotidianos que acaba não dando a devida atenção à gestão de vendas, o que afeta diretamente os seus clientes. E, no dia a dia, isso não é raro de acontecer. Especialmente em tempos de crise, é imprescindível que os gestores saiam de sua zona de conforto e busquem novas soluções para atrair o cliente e não deixem o seu negócio perder espaço no mercado.

Quer descobrir onde está o problema? Acompanhe, no post de hoje, 5 sinais de que você não conhece bem seu cliente!

1 – Você está focado apenas nos lucros

Toda e qualquer empresa precisa do lucro para sobreviver no mercado. Mas o dinheiro vem dos clientes. Pensando nisso, muitas organizações preferem maximizar todas as suas receitas, baseadas em metas altas demais. Quando isso acontece, o cliente não é mais o foco na gestão de vendas, mas, sim, é apenas mais um dos indicadores do negócio.

O problema é que, quando isso ocorre, alguns detalhes importantes podem passar despercebidos, o que pode impedir o fechamento de um negócio ou inviabilizar a renovação de um contrato.

Por isso, colocar o seu cliente como foco irá tornar o seu negócio mais bem sucedido, pois toda a sua equipe de vendas e a empresa irão se preocupar mais com as necessidades dos clientes e, por consequência, elevar o valor da marca, o que fará com que as suas vendas aumentem significativamente. Por isso, quanto mais satisfeito o cliente estiver, melhor é para a empresa.

2 – O empresário deixa coisas importantes de lado

Pode acontecer de o gestor não buscar entender os seus clientes e as suas necessidades. Isso traz insatisfação e é nessa hora que a concorrência pode sair ganhando. Então, fique atento a esses detalhes para aprimorar a sua gestão de vendas.

Outro erro bastante comum é o gestor se despreocupar depois que já fechou o contrato e pensar apenas em captar novos clientes, nos próximos contratos que pretende fechar. Portanto, lembre-se: é primordial fazer um pós-venda eficiente.

3 – Você evita os clientes mais problemáticos

Não adianta, quem trabalha com varejo sempre encontrará um cliente mais complicado e que vai dar dor de cabeça. O problema é que, se você não atender às necessidades dele, a concorrência irá fazer isso. Assim, perde-se uma oportunidade de vender mais.

Conhecer esse tipo de cliente não é a melhor tarefa do mundo, mas é necessário. Procure dar atenção a ele e tirar todas as suas dúvidas. Por mais difícil que seja, o cliente sairá satisfeito se tiver um bom atendimento. E você ganha mais uma venda.

4 – Falta de padronização nos processos e operações

Assim como nas instituições financeiras e na indústria, adotar um tipo de padronização, métodos de trabalho, soluções e rotinas na hora de lidar com os problemas são atividades que também podem ser adotadas pelo varejo.

Dessa forma, é possível maximizar continuamente as suas atividades, elevar as vendas e, consequentemente, crescer e lucrar mais.

5 – Falta de investimento em soluções de tecnologia

A tecnologia chegou, há muito tempo, ao varejo, mas muitos não a adotaram de forma correta. Para conquistar os seus clientes, é preciso garantir a segurança de seus dados pessoais, especialmente nos pagamentos com cartão de crédito, para evitar fraudes e problemas com o vazamento de informações sigilosas.

Para atender a essa necessidade, o gestor pode investir em soluções de tecnologia para o varejo destinadas ao processamento de dados de cartões de credito de todas as bandeiras e à segurança e gestão do negócio e de suas informações confidenciais. Isso é primordial para que a sua empresa cresça, conquiste cada vez mais a confiança de seus clientes e seja atrativa para os novos.

Este artigo lhe foi útil? Possui outras dúvidas relacionadas ao assunto? Deixe seu comentário!

Share: