Assim como uma grande empresa, gerenciar um condomínio não é uma tarefa simples. É preciso lidar com o nível de satisfação dos funcionários e moradores, manutenção, limpeza, controle de acesso, entre outros pontos, garantindo que tudo funcione de forma eficiente. Por causa disso, é recomendado o uso de KPI para condomínio, ou seja, métricas para mensurar o desempenho de cada serviço.

A seguir, além de mostrar o que são KPIs e como eles podem melhorar a gestão, também vamos apresentar as principais métricas utilizadas em condomínios. Boa leitura!

O que são KPIs?

KPI é a sigla para Key Performance Indicador — Indicador-chave de Performance, em português. Basicamente, um KPI é uma métrica utilizada para medir o desempenho de uma ação ou um conjunto de ações, a fim de verificar se todos os objetivos da organização estão sendo cumpridos e ajudar na tomada de decisão.

Sendo assim, se o indicador escolhido para verificar a performance do controle de acesso do condomínio demonstra excelentes resultados, por exemplo, é um sinal para o gestor continuar investindo nas mesmas estratégias de sempre. Porém, caso apresente índices negativos, a ponto de aumentar a insegurança por parte dos moradores e funcionários, é importante refazer o planejamento e implementar novas formas de controle de acesso.

Como eles estão relacionados à gestão de condomínios?

Como falamos, os indicadores de performance estão ligados aos objetivos que a organização deseja alcançar. Portanto, eles podem ser aplicados em quaisquer atividades de gestão de condomínios — análise do controle do fluxo de caixa, verificação do cumprimento dos prazos de pagamento, identificação do aumento da taxa de inadimplência etc. — com objetivo de saber se tudo está ocorrendo da melhor forma possível.

Quais são os KPIs de condomínio?

Desempenho financeiro

Esse indicador mostra como está o desempenho financeiro do condomínio. Normalmente, diminuir os custos é um dos principais objetivos dos gestores, porém, qualquer tipo de corte deve ser feito com cautela para verificar a efetividade da estratégia. Para isso, as métricas financeiras que devem ser observadas são:

  • custos de manutenção;
  • custos de limpeza;
  • custos com terceirização de serviços;
  • custos de segurança;
  • custos com reformas;
  • processos operacionais.

Processos operacionais

Diversos indicadores são utilizados para verificar a performance dos processos operacionais. Veja quais os principais utilizados em condomínios:

  • tempo de resolução após um chamado;
  • eficiência dos canais de comunicação;
  • número de manutenções corretivas e preventivas;
  • nível de segurança das pessoas vinculadas ao local;
  • cumprimento de prazos;
  • qualidade das ferramentas e equipamentos.

Relacionamento entre contratante e fornecedora

Embora muitos gestores negligenciem esse indicador, ele é essencial para o funcionamento das atividades do condomínio e impacta todos os moradores e funcionários.

Imagine uma loja que não recebe o novo estoque no dia programado. Com certeza, ela terá de arcar com uma série de prejuízos, não é mesmo? O mesmo vale para um condomínio.

Sendo assim, para evitar problemas, a melhor alternativa é utilizar o benchmaking para comparar e escolher bons fornecedores no mercado. Depois disso, basta determinar indicadores que estejam de acordo com a realidade do seu condomínio.

Acompanhar indicadores de performance é algo fundamental para garantir que tudo funcione da forma correta, de acordo com seus objetivos. O uso de KPI para condomínio vai permitir o aumento da eficiência dos serviços diários e a maior satisfação dos moradores e funcionários.

Gostou de conhecer os principais indicadores de condomínio? Então, continue aumentando os seus conhecimentos! Confira a importância do treinamento de funcionários!

Share: