Conteúdo atualizado em: 10/07/2019


O papel dos gestores é ajudar as organizações a garantirem a eficiência das operações e regulamentos de forma independente e objetiva. Por isso, a auditoria fiscal é tão essencial.

Ainda que alguns empresários a vejam como um desafio, ela é fundamental para trazer segurança às ações do negócio. Uma auditoria interna é importante para o bom funcionamento e o crescimento de qualquer organização. Além disso, também livra o seu negócio de inconvenientes com o Fisco.

Nos tópicos a seguir, você compreenderá por que a auditoria fiscal é importante, quais os motivos de realizá-la e como aplicá-la na sua empresa. Confira!

Qual a importância da auditoria fiscal interna?

A auditoria fiscal faz levantamentos acerca de registros e documentações fiscais e administrativas. Com isso, tem o objetivo de identificar erros tributários e irregularidades por análises detalhadas sobre documentos e impostos. Assim, ela livra a empresa de sofrer consequências pelo descumprimento da legislação.

Além disso, a auditoria pode evitar que sua empresa vá à falência, tendo em vista que evita o descontrole financeiro e contábil. Por isso, quanto mais informações tiver, maiores serão seus resultados financeiros.

Por quais razões a sua empresa deve fazer auditoria?

Com um processo de auditoria, a empresa se torna mais confiável, logo, adquire algumas vantagens comerciais, tais como:

  • aumento do poder de negociação;
  • abertura para empréstimos e financiamentos;
  • obtenção de juros reduzidos com instituições financeiras.

Contudo, existem outras razões que tornam a auditoria essencial. Por isso, listamos oito delas. Acompanhe.

1. Imparcialidade nas informações

A auditoria fiscal é uma garantia de atividade independente e objetiva, destinada a agregar valor e a melhorar as operações de uma organização. Assim, ela ajuda a empresa por uma abordagem sistemática e disciplinada para avaliar e melhorar a eficácia da gestão de riscos, do controle e dos processos de governança — sempre de forma imparcial.

2. Redução dos riscos fiscais

Ainda são várias as empresas que carregam o pensamento de que a Escrituração Contábil Digital (ECD) a ser encaminhada para o SPED serve apenas para gerar o formato a ser enviado. No entanto, são milhares os casos de notificações ocorridas desde 2013 em função de inconsistências nas informações prestadas ao Fisco.

Dessa forma, uma auditoria bem realizada livra o seu empreendimento de dores de cabeça com o Leão, pois a informatização dos processos — além de ter tornado a vida do contador e do empreendedor mais fácil — também ajuda a Receita e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) a serem mais rigorosas quanto à averiguação das informações prestadas.

3. Desenvolvimento de parâmetros de referência

Por meio da auditoria, é possível uma avaliação específica para as ações da organização. Isso permite que novas ideias sejam comunicadas para aperfeiçoar as operações, além de melhorar os controles internos e reduzir o risco.

Além disso, ela resulta no desenvolvimento de parâmetros de referência que a gestão e os funcionários podem usar como padrão para medir o desempenho.

4. Geração de normas operacionais

A abordagem independente permite que os auditores desenvolvam procedimentos para melhores práticas, o que fará a organização gerar um conjunto de normas operacionais. Tudo isso para garantir melhores procedimentos de gestão.

5. Melhora dos processos administrativos

A auditoria atua prevenindo problemas e fraudes. Logo, a empresa fica livre de irregularidades com o Fisco. Além disso, também soluciona os problemas identificados para otimizar os setores ao definir normas e instruções de trabalho eficazes.

6. Auxílio em pontos específicos internos

A empresa consegue visualizar dados fundamentais para operar o negócio e identificar situações que podem trazer prejuízos à empresa.

Portanto, esse processo também traz benefícios, tais como:

  • controle do estoque e patrimônio;
  • emissão correta das notas fiscais;
  • supervisão de entrada e saída de produtos.

7. Antecipação de riscos

Quanto antes a auditoria for implantada, mais cedo o negócio ficará preparado para enfrentar os desafios. Assim, ela é fundamental para conhecer todos os riscos da atividade da empresa e criar uma gestão mais eficiente.

Além disso, também evita algumas situações, como:

  • multas por fiscalizações;
  • fluxo de caixa negativo;
  • incertezas sobre o mercado;
  • falhas operacionais.

8. Colaboração para o crescimento empresarial e comercial

A auditoria descobre como atender às necessidades futuras da empresa e levanta índices de performance para examinar o retorno sobre os investimentos.

Esses dados são fundamentais para analisar o desempenho das operações e entender quais investimentos têm dado lucro ou prejuízo, de modo a ter uma gestão com resultados.

Como realizar a auditoria fiscal interna na sua empresa?

Para propor soluções relevantes, a empresa contratada deve ser experiente para assegurar as informações e adequar os registros fiscais e tributários. Por isso, é essencial entender como colaborar para esse procedimento.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Clique aqui para ler o artigo gratuitamente!

Avalie seus processos

É importante que o auditor comece mapeando o empreendimento ao todo para avaliar os processos e procurar irregularidades contábeis e/ou fiscais. Com isso, a auditoria terá uma fluidez melhor, em vez de sempre precisar retornar ao ponto inicial para realizar intervenções corretivas.

Desta forma, ações preventivas devem ser planejadas para criar novos fluxos de trabalho e procedimentos obrigatórios que assegurem o recolhimento de dados e os controles operacionais e financeiros.

Analise os resultados

Os resultados obtidos devem ser comparados para identificar os impactos da auditoria e os ganhos do patrimônio por meio dessas análises. Por isso, é fundamental que as auditorias sejam realizadas anualmente.

Você também pode ajudar nesse processo ao entender o papel do auditor em cada etapa, elas são:

  • reunião primária, para levantamento de dados;
  • entendimento do funcionamento;
  • apontamento dos pontos de melhoria;
  • reuniões para alinhamento dos processos;
  • análise de relatórios.

Use a tecnologia a seu favor

O uso de soluções inteligentes ajuda a gerar resultados mais certeiros para a empresa, é possível:

  • mensurar os resultados de desempenho;
  • manter a segurança das informações financeiras;
  • reduzir custos com a utilização correta dos recursos;
  • fornecer dados para ajudar na tomada de decisão.

Para melhorar seu gerenciamento interno, você pode implementar uma solução que auxilie o processo de gestão, além de auditar os documentos emitidos e as notas de compra. Assim, você consegue identificar possíveis riscos de falta de atendimento às exigências legais.

Com uma solução especializada, o trabalho de auditoria interna fica bem mais completo, pois a comunicação entre os setores e a contabilidade é mais eficaz e precisa.

O gerenciamento de riscos associados às operações diárias requer fortes controles, aplicação das melhores práticas e treinamento. Por isso, uma solução automatizada será um ótimo auxílio na tarefa de melhorar a gestão e entregar subsídios para um trabalho correto e eficaz da auditoria fiscal interna.

Na sua organização, como funciona a validação financeira? Vocês trabalham com auditoria?

Aprofunde-se no assunto e leia mais sobre a importância de realizar auditoria fiscal no varejo. 

Share: