A portaria terceirizada já é uma realidade na grande maioria dos condomínios, e costuma se dividir entre duas opções: a assistida e a remota. Também não é novidade o fato de que quem opta por morar em condomínios prioriza a segurança e o conforto. No entanto, qual das duas opções apresenta mais vantagens ou desvantagens?

Neste artigo, vamos observar as principais características entre essas alternativas de portaria. Continue acompanhando para chegar a uma conclusão sobre o que é melhor para o seu condomínio!

A portaria assistida

Essa opção se refere ao modelo no qual a presença de um agente de portaria é necessária. Neste caso, o condomínio conta com um sistema de controle de acesso operado pela equipe de portaria, com o objetivo de automatizar o acesso de moradores, visitantes e prestadores de serviço, mas sob a vigilância e assessoramento da equipe física.

Principais vantagens

Assessoramento

Em muitos casos, os porteiros são responsáveis pela troca de informações entre o síndico e os demais moradores. Assim, questões mais simples podem ser resolvidas de forma rápida quando o síndico não estiver presente.

Suporte com as correspondências

Uma das funções do agente de portaria é realizar o cadastro das correspondências dos moradores, recebendo os pacotes e encomendas. Esse profissional é responsável por assinar o recebimento de multas e todo o tipo de entrega controlada, por exemplo.

Execução criteriosa dos procedimentos de segurança

Se o condomínio tem um alto fluxo de entrada e saída de pessoas e veículos, muitas vezes, esta modalidade pode ser mais vantajosa, no sentido de contar fisicamente com uma equipe maior e que poderá cumprir com maior rigor procedimentos de identificação e autorização de visitantes e prestadores de serviços.

Desvantagens da portaria assistida

Como tem como princípio contar com uma equipe na portaria, fisicamente, a grande questão a ser levada em conta na hora de comparar as vantagens entre ela e a portaria virtual é o custo com pessoal.

A portaria remota

A portaria terceirizada remota desempenha suas funções tradicionais por meio de câmeras e uma central de operação, onde profissionais especializados atuam no monitoramento.

Principais vantagens

Monitoramento em tempo integral

A tecnologia é a maior aliada da portaria controlada por uma central. Sendo assim, ela conta com sistemas de controle e registro de toda a movimentação na portaria do condomínio. Logo, com o cumprimento dos procedimentos padrões, a gestão do controle de acesso pode ser tão eficaz como a assistida.

No entanto, um dos pontos principais que podem validar a viabilidade desta opção é o tamanho do condomínio e o fluxo da portaria. Isto porque, obviamente, um condomínio com um alto fluxo de moradores e visitantes pode demandar um controle diferenciado.

Economia

Sabemos que a folha de funcionários representa um dos gastos mais altos do condomínio. Assim, ao adotar uma alternativa eletrônica, a economia a médio/longo prazo será incontestável.

Desvantagens da portaria remota

Conectividade

Não que seja, necessariamente, uma desvantagem, mas é importante que o condomínio tenha em mente que é imprescindível contar com uma boa conexão de Internet, afinal, toda a comunicação do sistema com a central é feita online.

Procedimentos de segurança

Como não há equipe presencial, o condomínio deve contar com o apoio dos moradores no sentido de garantir o cumprimento das normas se segurança e, principalmente, faça valer o Estatuto.

Caso não haja um zelador, é importante pensar no procedimento de recebimento e armazenamento de correspondências, por exemplo.

Bom, no final das contas, vale a pena entender que cada caso tem sua especificidade. Cabe ao síndico, portanto, avaliar as vantagens e desvantagens de acordo com a realidade do seu condomínio.

Então, gostou de saber mais sobre os tipos de portaria terceirizada? Aproveite para conferir este e-book gratuito e ter uma gestão condominial ainda mais eficiente: Gestão de condomínios – o guia completo do síndico. [CLIQUE PARA BAIXAR]


Share: