Os meios eletrônicos de pagamento ganharam novas características e relevância com o avanço e a popularização das tecnologias. A facilidade com que pessoas aderem aos cartões de crédito e débito, e agora aos serviços móveis, como contas bancárias digitais, são a prova disso.

Segurança e praticidade estão sempre às prateleiras digitais. E mesmo que o termo pareça estranho para você, dificilmente ele não faz parte de sua rotina diária. Os meios eletrônicos de pagamento são os instrumentos que substituem o dinheiro em espécie na liquidação de uma operação financeira.

A boa notícia é que quem opta por oferecer essas formas de pagamento em suas lojas pode tirar vantagem na hora de oferecer uma experiência de compra capaz de fidelizar o cliente. O mercado está cada vez mais repleto de opções e, neste artigo, abordaremos cinco delas. Acompanhe!

1. Transferência

Uma transferência bancária é uma ordem de pagamento para creditar certa quantia para o estabelecimento em que a compra é feita. Essa prática comum representa a realização do pagamento entre contas bancárias e pode ser feita via Transferência Eletrônica Disponível (TED) ou Documento de Crédito (DOC), por exemplo.

2. Cartão de débito e crédito

Na última década, o uso de cartões tornou-se muito popular no país. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), o setor de cartões apresentou aumento de 16,3% entre o 1º semestre de 2017 e de 2018. Hoje, eles figuram um dos meios eletrônicos de pagamento mais importantes em transações comerciais.

Como você deve saber, o cartão de débito realiza a compra debitando o valor de uma conta bancária com fundos no momento da transação. Enquanto isso, o cartão de crédito permite que o cliente compre e faça saques mediante limite de crédito disponível e com fatura enviada posteriormente as compras.

3. Cartão private label

Quando o assunto é cartão, é preciso considerar as diferentes opções recorrentes do mercado. O private label é o termo em inglês que nomeia o famoso cartão próprio da loja. Os cartões vinculados a um estabelecimento específico são uma das estratégias mais eficientes para o aumento dos resultados lucrativos de qualquer empresa.

Isso porque, por meio dele, é possível oferecer benefícios extras, opções exclusivas de pagamento e outras soluções desenvolvidas para captar e fidelizar o cliente.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Clique para baixar: http://bit.ly/ebook-private-label

4. Banco e pagamento móvel

Já é possível (e cada vez mais comum) que os consumidores realizem suas compras via celular. Isso mesmo. Operações bancárias e pagamentos diversos podem ser feitos por meio de aplicativos de banco ou de cartão. Nesse caso, o cliente paga as compras como se estivesse utilizando um cartão de crédito ou débito.

Esta é uma vantagem, por exemplo, para profissionais autônomos, a fim de dinamizar a operação de maneira segura.

5. Cartão pré-pago

Os cartões pré-pagos também viraram moda. Para se ter uma ideia, seu crescimento no 1º trimestre deste ano foi de mais de 60%, comparado ao mesmo período de 2017, de acordo com a Abecs.

Os cartões pré-pagos são destinados à compra de produtos e serviços por meio de uma carga de crédito definida previamente. Desta forma, o portador do cartão pode realizar compras sem a preocupação de débitos futuros, limitando a compra ao valor disponível no cartão.

Você sabia que existem ainda vários outros meios eletrônicos de pagamento? Quanto mais você estiver inteirado quanto às evoluções do mercado, mais chances terá de se adequar ao comportamento dos seus clientes atuais e futuros.

Que tal contar com a ajuda de uma empresa de tecnologia especializada em oferecer soluções tecnológicas para o varejo? Entre em contato conosco!


Share: