Precificação estratégica: saiba o que é e como fazê-la

4 minutos para ler

Você tem dúvidas sobre como fazer a precificação estratégica dos seus produtos? Neste artigo, vamos falar a respeito desse assunto e explicar como funciona o processo de precificação para aumentar a competitividade da sua empresa no mercado. Se o seu objetivo é aumentar o faturamento do seu negócio, leia este artigo até o fim.

Depois de concluir a leitura, você vai compreender a importância de realizar a precificação estratégica para maximizar os lucros, de acordo com o valor que o seu produto agrega ao cliente. Afinal de contas, maximizar os ganhos é um dos principais objetivos dos empreendedores de todos os ramos. Quer saber mais sobre o tema? Siga em frente!

Entenda o que é a precificação estratégica

A precificação estratégica é uma tarefa que deve ser realizada por um profissional especializado que tenha uma visão ampla das finanças, das vendas e dos custos de um empreendimento. Mas isso não é o suficiente, pois ele vai precisar analisar os fatores externos, como a concorrência e as condições do mercado. Outro ponto a ser considerado é o valor do produto para o cliente final.

Sendo assim, a precificação estratégica trata-se de uma atividade que requer um planejamento para que todos esses fatores sejam avaliados em conjunto e de forma alinhada. Esse trabalho pode ser facilitado com o uso de tecnologias e soluções atuais que já estão acessíveis por meio da internet, tendo em vista que elas podem fornecer informações atualizadas com agilidade e eficiência.

Compreenda a importância de realizar a precificação estratégica

É muito importante fazer a precificação estratégica dos seus produtos para maximizar os lucros e manter a sua empresa ativa. Ela é fundamental para a sobrevivência das pequenas, médias e grandes empresas, não importando a sua estrutura ou os recursos disponíveis. Além de alcançar a lucratividade tão desejada, o empresário consegue conhecer e administrar o seu negócio de forma eficaz, melhorando os resultados e valorizando a sua marca.

Saiba como funciona a precificação estratégica

Pode parecer complicado realizar os cálculos para a precificação estratégica, porém, na realidade, é simples, bastando prestar atenção em todos os detalhes. Vai ser preciso adequar os preços do mercado com a rentabilidade desejada, estabelecendo-se uma margem de contribuição que impacte positivamente o seu orçamento. Observe, a seguir, os elementos que devem ser considerados na hora de decidir o preço de um produto!

Preço de venda

O preço final do produto não pode ser muito maior do que o praticado no mercado pelos seus concorrentes. Caso contrário, os consumidores vão acabar procurando a concorrência para fazer a aquisição dos itens.

Custos fixos e variáveis

Inclua, no cálculo, todos os seus custos até a colocação do produto no estabelecimento. O custo fixo é aquele que permanece estável. Não importando o volume de tarefas relacionadas a um produto, ele se mantém, ainda que nada seja comercializado. Já os custos variáveis são relacionados à produção e se modificam de acordo com os trabalhos realizados. Eles devem fazer parte do preço de venda.

Vendas para parceiros estratégicos

Procure encontrar parceiros estratégicos e analise as metas de preços que eles aceitam. Desse modo, você pode oferecer a eles um preço mais acessível e alavancar as suas vendas. Depois de conseguir fechar as parcerias, procure cumprir os prazos de entrega, bem como atender as expectativas dos seus clientes.

Vendas de oportunidade

Não permita que os produtos permaneçam em estoque por muito tempo. Eles podem ficar encalhados e deixar de gerar dinheiro para os novos investimentos. Sempre que for necessário, organize promoções, principalmente para aqueles que já têm novas versões oferecidas no mercado.

Enfim, a precificação estratégica precisa ser baseada em valores, proativa e direcionada para o lucro. Tenha sempre em vista o valor do seu produto para o cliente e invista na criação de anúncios que levem à percepção de que o preço é adequado e correspondente aos benefícios ofertados. Não considere apenas uma análise superficial, pois uma boa parcela de compradores faz pesquisas antes de adquirir novos itens.

Deseja obter mais informações sobre gestão varejista? Clique aqui e acesse o nosso artigo que trata de questões muito relevantes sobre o tema!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-
Share This