Tire suas dúvidas sobre segurança em pagamentos eletrônicos

Tire suas dúvidas sobre segurança em pagamentos eletrônicos
12 minutos para ler

A segurança em pagamento eletrônico é um assunto muito sério. Afinal, por diversas vezes acompanhamos notícias que trazem informações sobre clonagem de cartões e outros tipos de fraude que não só lesam o consumidor, mas as empresas também. Isso porque a falta de credibilidade incentiva a queda nas vendas e, consequentemente, prejudica o fluxo de caixa do negócio.

Por esses motivos, a segurança nas transações deve ser vista como um investimento por parte do gestor, e não como um gasto. Lembre-se de que quanto mais seguras forem as suas operações financeiras, maiores são as chances de melhorar a sua imagem no mercado.

O problema maior é que muitos gestores ainda têm dúvidas sobre segurança em pagamentos eletrônicos, o que faz com que eles cometam equívocos que prejudicam a empresa. Neste artigo completo, solucionamos as principais dúvidas sobre o assunto. Continue a leitura e confira nossas informações!

Quais são os principais meios eletrônicos de pagamento?

A seguir, listamos os principais meios eletrônicos de pagamento usados por várias empresas. Entenda como cada um funciona!

Transferência e boleto bancário

A transferência bancária refere-se a uma ordem de pagamento que credita uma determinada quantia para a empresa em que a compra é realizada. Esse pagamento entre contas bancárias pode ser realizado via Documento de Crédito (DOC) ou Transferência Eletrônica Disponível (TED).

Também é possível oferecer a opção de boleto bancário. No caso das vendas online, por exemplo, o produto só é encaminhado ao cliente ou o serviço é disponibilizado após a quitação do boleto. 

No entanto, vale destacar que o Banco Central anunciou no fim de fevereiro um novo sistema de pagamento instantâneo, o PIX. Com ele, pagamentos de boletos e transferências poderão ser feitos 24 horas, sete dias por semana. Não importa o horário em que foi feita, a transação ocorre na hora e a quantia será depositada assim que o envio for confirmado. O PIX, no entanto, entra oficialmente em operação a partir de novembro de 2020.

Cartão de débito e crédito

O número de brasileiros que fazem uso do cartão de crédito tem aumentado. De acordo com a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), as compras com cartões de débito e crédito atingiram o valor de R$ 1,8 trilhão em 2019. A projeção da associação para o mercado de cartão em 2020 é de 24%, com expectativa de que o volume transacionado no setor alcance R$ 2,3 trilhões.

Outro indicador mostra que, nos últimos 4 anos, o cartão de crédito tem sido o meio de financiamento com maior crescimento, de acordo com o Banco Central.

Isso mostra que, mais uma vez, os hábitos de consumo têm mudado, as pessoas estão se adaptando aos outros meios de pagamento.

Quando a compra é realizada na função “débito” o valor total é debitado instantaneamente da conta bancária do cliente. Já nos casos das compras na função “crédito”, o consumidor pode realizar suas compras de acordo com o limite de crédito disponível no seu cartão. 

Para aumentá-lo, é preciso realizar uma solicitação à instituição financeira, mas para liberar esse aumento, muitos fatores são considerados, principalmente o score de crédito (basicamente, mede os resultados dos hábitos de pagamento e o relacionamento do comprador com o mercado de crédito).

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Gmail

Cartão private label

O cartão private label nada mais é que o cartão próprio da loja. Essa é uma estratégia muito eficiente, pois incentiva o cliente a voltar para realizar novas compras, aumentando, assim, o número de fidelizações. Esse cartão estará vinculado apenas ao seu estabelecimento e, com isso, é possível colocar em práticas estratégias que podem diferenciá-lo da sua concorrência.

Por exemplo, é possível oferecer benefícios exclusivos para quem tem o cartão próprio da sua loja, como um desconto maior nas compras à vista, possibilidade de realizar um parcelamento maior nas compras, fazer sorteios para quem tem o cartão, entre outras vantagens.

Dessa forma, é possível captar um número maior de clientes, incentivando-os a se tornarem promotores da sua marca.

Cartão pré-pago

Para fazer uso do seu cartão pré-pago, o consumidor precisa fazer uma carga de crédito, a qual é definida previamente. Essa é uma opção muito vantajosa para quem deseja ter mais controle sobre as suas finanças, tendo em vista que não permite pagamentos além do limite estipulado.

O cartão pré-pago também ajuda o consumidor a realizar suas compras sem se preocupar com débitos futuros, pois suas compras são limitadas ao valor do crédito preestabelecido.

Qual a importância de oferecê-los em seu negócio?

Oferecer várias opções de pagamentos eletrônicos é fundamental para aumentar as suas vendas. Além disso, essa estratégia também oferece outros benefícios importantes. Conheça os principais deles!

Possibilidade de atender mais clientes

Embora ainda muitas pessoas prefiram realizar suas compras em dinheiro, a realidade delas nem sempre permite que isso aconteça. Devido a isso, os consumidores tendem a optar por outras formas de pagamentos eletrônicos, e o seu negócio precisa estar preparado para isso. Do contrário, eles procurarão a concorrência e, consequentemente, as suas vendas podem diminuir.

Andar na contramão no mundo dos negócios não é uma estratégia adequada para quem deseja crescer. É importante analisar com cuidado as preferências do seu consumidor para assegurar que a sua empresa atenderá às necessidades dele, principalmente as que estão relacionadas aos pagamentos no varejo.

Sendo assim, aceitar diferentes meios de pagamento eletrônico já se tornou uma necessidade para quem quer se destacar em um mercado competitivo.

Automatiza a contabilidade da empresa

Você sabe que para ter uma boa saúde financeira, é preciso controlar rigorosamente todas as transações realizadas dentro da empresa, certo? Pois bem, nesse sentido, os meios de pagamento eletrônico ajudam a automatizar a contabilidade do seu negócio. Isso porque não é necessário realizar um controle manual, pois eles podem ser integrados a soluções tecnológicas que auxiliam a gestão contábil.

Dessa forma, sempre que você precisar de relatórios ou qualquer informação importante para facilitar a sua tomada de decisão, poderá ter acesso rápido a esses dados.

Com isso, os processos burocráticos são minimizados, fazendo com que seus colaboradores tenham mais tempo para focar em outras questões mais importantes e, também, otimizem a sua produtividade.

Aumenta a segurança

Os pagamentos eletrônicos possibilitam uma maior segurança às transações financeiras da sua empresa. Isso porque quando você trabalha com dinheiro em espécie, existe a possibilidade de ter problemas com colaboradores mal-intencionados que se apropriam indevidamente de determinado valor.

Além disso, seu estabelecimento também fica vulnerável a ação de bandidos, que além de prejudicar o orçamento da empresa com o roubo, coloca o bem-estar de pessoas inocentes em risco. 

Com os meios de pagamento eletrônico você tem mais tranquilidade, pois os valores referente à compra são enviados para a conta bancária a empresa. Assim, você pode ter mais tranquilidade em relação aos riscos de fraudes e outros problemas já citados.

Otimiza o atendimento

O atendimento ao cliente também é beneficiado com os pagamentos eletrônicos. Isso porque os colaboradores conseguirão atender seus clientes e solucionar eventuais problemas com mais facilidade e rapidez, tendo em vista que terão à mão todos os dados referentes à compra e à transação realizada.

Assim, eles conseguirão atender mais pessoas em muito menos tempo. Com isso, a satisfação do cliente também é garantida, pois eles não precisarão passar um longo tempo na fila aguardando atendimento. O seu negócio tem muito a ganhar com os pagamentos eletrônicos, principalmente se ele tem um grande fluxo de clientes.

Sendo assim, se você deseja oferecer um bom atendimento aos seus clientes, sempre considere aquilo que mais os incomoda. Se o problema estiver relacionado ao tempo de espera, por exemplo, essa questão pode ser solucionada com a inserção dos pagamentos eletrônicos.

Quais são os níveis de fraude online?

Existem diferentes níveis de fraudes online. Como exemplo, podemos falar sobre a violação de dados pessoais ou cartões de crédito. Ambos os casos podem gerar grandes prejuízos aos clientes e, consequentemente, às empresas, pois elas também são responsabilizadas pela falta de segurança.

Por essa razão, quando falamos em investimento em segurança em pagamento online, não estamos tratando de um assunto superficial, muito pelo contrário. É fundamental se proteger contra ataques cibernéticos, detectando e removendo qualquer ação de softwares maliciosos que visam roubar informações valiosas e causar danos a terceiros.

Sendo assim, esteja atento às fraudes que são recorrentes no comércio. Ao identificar essas ocorrências, fica mais fácil de trabalhar estratégias que contribuem para que elas não se desenvolvam no seu negócio.

Quais as opções de pagamentos mais seguros?

Ao chegar até aqui, você já entendeu a importância de ter meios de pagamentos, certo? A seguir, listamos as opções de pagamentos consideradas mais seguras. Acompanhe!

Cartão de crédito e débito

As compras no cartão de crédito costumam ser seguras porque, caso o cliente deixe de pagar a fatura, a sua empresa não sairá no prejuízo, pois essa é uma dívida que ele terá que negociar com a instituição financeira. No caso do cartão de débito, a segurança é ainda maior, tendo em vista que a compra só será liberada se o cliente tiver dinheiro em conta.

É claro que existe o risco de fraude e chargeback, que nada mais é que o estorno da compra realizada pelo consumidor quando ocorre algum erro indevido, como a compra de um produto sem a autorização do dono do cartão.

Por essa razão, é indispensável que você adote um processo que ajude a validar e analisar as vendas que são feitas no cartão. Além disso, é sempre interessante analisar o contrato com a administradora do cartão para ter ciência dos riscos que está assumindo. Com isso, você terá mais segurança e saberá o que fazer no momento da sua tomada de decisão.

Boleto bancário

O uso do boleto bancário também é uma opção segura para o lojista, tendo em vista que o produto só será entregue após a verificação do pagamento do boleto. 

O problema dessa opção é que os valores podem demorar alguns dias para debitar na sua conta, principalmente se o pagamento for realizado na sexta (em alguns casos, o dinheiro é debitado no sábado) ou nos finais de semana ― lembrando que com a entrada do Sistema PIX pelo Banco Central, esses problemas serão reduzidos.

Nesse sentido, é importante ter um controle rigoroso de todos os boletos gerados, quais já venceram e não foram pagos e quais já estão quitados. Somente assim é possível ter a certeza de que o produto pode ser encaminhado para o cliente.

Depósito em conta

Muito similar à opção de débito do cartão, o depósito em conta se diferencia porque, nesse momento, é usado apenas o número da conta bancária, e não do cartão. Isto é, trata-se de uma transação à vista, qual é intermediada pelas instituições financeiras e é considerada bastante segura.

No entanto, essa opção é mais utilizada no pagamento de serviços recorrentes, como para companhias elétricas (conta de luz), internet, serviços streaming (Netflix, Amazon Prime, Spotify etc.), mas isso não quer dizer que você não pode usar essa opção em sua loja. Basta criar uma política eficiente para não prejudicar a experiência do seu cliente.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Gmail

Como oferecer mais segurança em pagamentos eletrônicos?

Para potencializar a segurança das alternativas que listamos acima, você precisa contar com uma processadora para meios de pagamentos de confiança.

A INFOX traz uma opção bem interessante. A empresa é especialista em meios de pagamento, processando um valor superior a R$ 150 milhões todos os meses. Essa solução oferece tecnologia suficiente para administradoras, instituições financeiras e fintechs gerenciarem os seguintes negócios:

  • cartões empresariais, como vale-alimentação, refeição, combustível, entre outros;
  • cartões de crédito/débito;
  • cartões private label (cartão próprio de loja);
  • cartões pré-pagos;
  • crediário web
  • solução para gestão de frota.

A INFOX oferece uma solução completa e flexível para o seu negócio. Entre as principais vantagens podemos citar:

  • o autorizador próprio com diversas redes de captura;
  • tecnologia para cartões chipados ou magnéticos;
  • envio de SMS/e-mail;
  • recarga de celular;
  • portal exclusivo para clientes;
  • atendimento 24 horas;
  • aplicativo personalizado.

É válido destacar que essa tecnologia conta com um ambiente de processamento em nuvem e níveis de segurança com padrão internacional.

Por que a INFOX é ideal para processar os seus pagamentos eletrônicos? Porque ela oferece eficiência, segurança e agilidade no processamento de cartões. Além disso, você poderá contar com especialistas da área para montar o seu plano de negócios. Incrível, não? Com parceiros de confiança, você tem a oportunidade de escalar o seu negócio e melhorar os seus resultados.

Ficou interessado na solução oferecida pela INFOX? Então, entre em contato agora mesmo com um de nossos consultores e tire suas dúvidas sobre o assunto!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-
Share This