Seu objetivo é impulsionar o crescimento da sua loja, gerar mais receita, diminuir custos e melhorar a organização dos seus processos de gestão? A melhor forma de fazer isso é por meio da integração das informações do seu negócio.

Essa atitude é fundamental para o varejo, setor que trabalha com diferentes funções e atividades, como o gerenciamento das vendas no caixa, o recebimento de produtos, a logística do estabelecimento, o cadastro de clientes e os funcionários.

Para você entender melhor sobre esse processo, preparamos 4 dicas para você ter mais sucesso. Veja a seguir:

1. Atente-se às novidades para a gestão de estoques

As transformações e tendências do setor de TI podem trazer grandes impactos para o varejo. Em relação à integração, uma das tendências são as etiquetas RFID (Radio Frequency Identification).

Elas podem ser usadas na gestão de estoque em substituição ao código de barras a fim de garantir mais precisão nos dados. O processo funciona pela transmissão de ondas de rádio para uma etiqueta, que devolve as informações para a antena.

Os dados são, então, enviados para um servidor, que faz a agregação deles e transmite para os sistemas de gestão. Além de serem uma evolução dos códigos de barras, essas tags aumentam a capacidade de incluir informações e fornecem uma descrição completa do produto.

Para o varejo, isso representa facilidade e um controle maior do estoque, o que resulta em aumento do faturamento e maior margem de lucro. Também é possível trabalhar com o estoque mínimo, para reduzir os custos e não ficar com produtos sem giro.

2. Disponibilize um e-commerce

Essa plataforma web possibilita vender produtos online em uma loja virtual. Os produtos são disponibilizados e podem ser acessados pelo computador ou via dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

A vantagem para o varejo é expandir a sua possibilidade de atuação e facilitar a compra de alguns clientes, já que alguns preferem essa opção. Dependendo do seu negócio você também pode vender para outras cidades e até mesmo estados. Isso ocorre, por exemplo, com o varejo de roupas.

3. Aposte no cloud computing

A computação em nuvem possibilita que os arquivos e programas sejam armazenados em um software na nuvem, ou seja, em um servidor externo. Os dados podem ser acessados de qualquer lugar e a qualquer hora, apenas tendo acesso à internet.

O principal benefício é se certificar de que os programas e dados estão seguros e que você pode gerenciar e dar manutenção rápida sempre que necessário. O servidor também tem alta capacidade e quando for necessário é só contratar mais espaço.

4. Invista nos dispositivos mobile

Os consumidores estão utilizando cada vez mais os dispositivos móveis, seja para a compra, seja para realizar outras ações pessoais. Você pode e deve aproveitar essa onda e disponibilizar recursos tanto para os clientes quanto para os seus funcionários.

Uma possibilidade, por exemplo, é deixar esses dispositivos (como um tablet) para seus funcionários utilizarem e terem uma comunicação mais rápida. Essa atitude aumenta a integração fora do ambiente digital e assegura maior precisão diretamente na atualização dos dados.

A partir da consulta em tempo real, é possível consultar um produto, checar a quantidade de determinado item no estoque, realizar um orçamento, enfim, esta integração oferece muita flexibilidade à equipe de vendas e mais resultados para o seu negócio!

Como você pôde perceber, a integração de sistemas é fundamental para qualquer varejo. Com as dicas que repassamos, você terá mais chances de sucesso ao fazer esse processo, porque já compreende as possibilidades que pode ter.

Se você quer ter acesso a esses benefícios, entre em contato conosco e veja o que nossas soluções podem fazer pelo seu negócio!

 

Share: