COMO CRIAR UMA POLÍTICA DE COBRANÇA QUE FUNCIONE?

Descubra como criar uma política de cobrança que funcione
7 minutos para ler

Quando se tem uma política de cobrança bem estruturada, a inadimplência no varejo pode ser enfrentada com muito mais facilidade. Ela deve fazer parte do planejamento da organização e não apenas ser elaborada quando se perceber que o número de inadimplentes aumentou. Se, desde o começo, os empresários se programarem para lidar com esse cenário, a saúde financeira estará sempre positiva.

Deseja saber mais sobre como criar uma política de cobrança que funcione? Continue a sua leitura!

Veja algumas políticas de cobrança

Para conseguir criar essa política de cobrança, é necessário estabelecer algumas regras e colocá-las em prática. A seguir, mostraremos alguns passos fundamentais para isso.

Tenha informações dos clientes

Não basta apenas ter o nome do cliente e o endereço para a cobrança no futuro. Realizar a manutenção de dados de cadastro e manter as informações atualizadas é o primeiro passo para conseguir realizar as cobranças sem ter muitos problemas.

Caso os dados, como o número de telefone e e-mail, estejam desatualizados, vai se tornar praticamente impossível contatar os seus clientes. Toda essa dificuldade de comunicação pode fazer com que os seus colaboradores percam tempo tentando encontrar informações da clientela.

Com ações de manutenção, a sua base de clientes será mantida atualizada e vai haver eficiência no contato com os consumidores que precisam pagar valores de compras em atraso. A melhor estratégia é a prevenção.

Não deixe também de efetuar uma consulta aos órgãos que atuam com a proteção ao crédito, como Serasa e SPC. Dependendo do grau de risco que o cliente apresente, o crédito pode ser negado ou ter um valor de compras limitado.

Algumas soluções de mercado já contam com a consulta integrada a esses órgãos de cobrança, ou seja, a consulta é muito mais ágil e bastante segura!

Tenha uma solução que auxilie na política de cobrança

Quando se tem uma solução informatizada, que faz o acompanhamento do histórico do cliente, com relação a valores gastos e ao tempo médio de atraso no pagamento, fica muito mais fácil fazer a gestão. Além disso, por meio dos recursos oferecidos, é possível controlar o recebimento das parcelas e toda a cobrança pode ser automatizada.

Outro ponto positivo é que, por meio dessas soluções, é possível enviar alertas por e-mail ou via SMS referentes a parcelas que estão para vencer. Vale a pena lembrar que, mesmo enviando mensagens, por vezes, alguns consumidores não pagam, mas, em outros casos, os bons clientes não vão deixar de pagar as contas por simples esquecimento.

Implantar o uso de uma solução inteligente vai ajudar você a ter uma boa gestão de cobrança e controle nos recebimentos e também na liberação de crédito. Antecipe-se e comece a usar essa tecnologia!

Realize um contato efetivo com o cliente

Sabendo do período médio de atraso de cada cliente, se, mesmo após esse prazo, não houver o pagamento, é preciso contatá-lo o mais rápido possível para realizar a cobrança. Quando se conhecem os motivos que causaram a inadimplência, fica mais fácil elaborar um plano de ação no qual poderão ser feitas novas propostas de pagamento. Dessa forma, com certeza, você vai receber os valores devidos por cada cliente.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Gmail

Esses contatos devem oferecer condições para que o cliente faça o pagamento, tais como:

  • parcelamentos;
  • abatimentos dos juros;
  • renegociação.

Nesse momento, o varejista deve ter cuidado com a abordagem ao cliente. O tratamento deverá ser cordial e as palavras a serem usadas deverão ser analisadas antes do contato. Assim, o ótimo relacionamento conquistado até então não será abalado.

Tenha um manual bem estruturado

Ninguém quer que a empresa perca dinheiro e nem que o cliente seja prejudicado, porém, se, mesmo após a negociação, não ocorrer o pagamento, pode ser necessário adotar outras medidas. Essas devem estar bem definidas para que se saiba como proceder em cada situação após realizar a cobrança.

Enviar SMS, cartas registradas e outros tipos de avisos é o primeiro passo para alertar esse consumidor. Se, mesmo assim, não houver o efeito esperado, é importante fazer a negativação do nome e, até mesmo, acionar o cliente judicialmente, seguindo a lei.

Além disso, as empresas devem ter um canal de comunicação para que o consumidor possa apresentar a sua contraprova. Ficam excluídas dessa situação as dívidas protestadas ou que estiverem em juízo.

Para que as políticas de cobrança sejam efetivas, o ideal é elaborar um manual bem estruturado. Esse documento é conhecido como política de crédito e deve ter um passo a passo com os procedimentos a serem seguidos pelos colaboradores. Veja, abaixo, quais são as principais informações que devem estar no manual:

  • limite de atraso;
  • prazos ofertados;
  • juros e multas a serem aplicadas;
  • parâmetros de renegociação;
  • maneiras de abordagem.

O manual deve ficar em um local de fácil acesso a todos. Dessa maneira, todos os colaboradores vão apresentar condutas idênticas na hora de cobrar os clientes. O modelo de procedimento vai servir para que todo processo de cobrança seja organizado e eficiente.

Lembre-se de que o melhor é sempre negociar

A verdade é que a maioria das pessoas deixa de pagar as parcelas de suas compras por falta de condições financeiras, no entanto, muitas delas querem regularizar a situação. Nesses casos, é sempre bom que a sua política de cobrança foque uma negociação amigável.

Assim, a situação vai poder ser resolvida o mais rápido possível e ambos os lados saem ganhando, podendo, então, resolver o problema de forma mais rápida. Veja, abaixo, como montar seu plano de ação:

  • faça uma investigação e coleta de dados para identificar o motivo do atraso;
  • realize uma renegociação do pagamento e, se possível, faça uma postergação da data;
  • estabeleça acordos para diminuir os prejuízos – aceite bens na troca ou perdoe parcialmente a dívida.

Saiba qual é a importância da política de cobrança

Para o bom andamento dos negócios e para que as cobranças sejam realizadas de maneira correta, a política de cobrança deve estar alinhada com o posicionamento da empresa. Todos os envolvidos devem estar engajados na solução dos problemas com os clientes inadimplentes e a postura a ser adotada nas negociações deve ter o mesmo padrão.

Enfim, seguindo todas as orientações passadas aqui sobre política de cobrança, com certeza, a sua loja vai ter sucesso no momento em que fizer contato com os clientes. Assim, a maioria dos valores serão recebidos e o bom relacionamento com o cliente será mantido.

Gostou do nosso conteúdo sobre a política de cobrança? Compartilhe-o em suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro do assunto! Ah, caso tenha interesse, aproveite para conferir este e-book gratuito: A importância da gestão de crédito como diferencial no varejo”.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-
Share This