fbpx

Controle de qualidade: descubra o que é e como aplicá-lo no varejo!

10 minutos para ler

Para quem comanda um estabelecimento do segmento varejista, fica aqui uma questão importante: você já ouviu falar ou sabe o que é controle de qualidade? Se não conhece ou nunca escutou nada sobre o assunto, está na hora de descobrir. Isso nada mais é do que um modelo de gestão, no qual todas as práticas da empresa devem ter um grau elevado de eficiência, tendo em vista a prestação do melhor serviço possível.

Afinal, qualidade, como sabemos, é a chave para que o consumidor escolha uma loja em detrimento da outra. Atualmente, essa questão tornou-se um princípio, pois trabalhar com baixa margem de erros, aperfeiçoar processos e oferecer a melhor experiência de compra tem sido uma exigência cada vez maior do mercado, frente a consumidores muito criteriosos.

Achou o tema sobre o controle de qualidade relevante? Continue lendo este artigo, para entender melhor esse conceito e saber como aplicá-lo de maneira eficiente no varejo!

Por que o controle de qualidade é importante para o varejo?

O controle de qualidade é uma solução de gestão que preza pela excelência de todos os processos envolvidos em uma organização. Não significa simplesmente vender produtos ótimos por bons preços. É algo ligado principalmente a uma experiência de compra diferenciada, que pode ser oferecida por lojas físicas ou online.

Dentro de um mercado tão competitivo, o controle de qualidade pode ser a chave para que a sua empresa ganhe não só clientes, mas também admiradores e se torne uma referência entre o seu público-alvo.

Como implantar o controle de qualidade?

O controle de qualidade precisa ser algo amplamente disseminado entre todos os setores e funcionários que trabalham na sua empresa. Só assim, ele surtirá os resultados desejados, passando a integrar a cultura organizacional. Por isso, o dono do comércio varejista precisa investir constantemente na realização de encontros, treinamentos e workshops.

Quais são os pilares do controle de qualidade?

No controle de qualidade, assim como em qualquer outra prática gerencial, existem pilares, ou seja, itens sem os quais é impossível implantá-lo. Veja abaixo quais são os elementos necessários para que esse método de gestão seja extremamente eficiente em sua loja!

Dispor de uma equipe bem treinada

Como dissemos, o conceito controle de qualidade precisa ser plenamente incorporado por toda a sua equipe. Assim, é fundamental que sejam realizados, de forma frequente, programas de engajamento e qualificação, que venham a reforçar essa ideia. Além de treinamentos internos, é aconselhável tentar fechar parcerias com universidades e escolas técnicas, por exemplo, oferecendo descontos aos funcionários que queiram cursá-las.

Conhecer as necessidades e desejos dos clientes

Sem saber o que os seus clientes precisam e querem, dificilmente você conseguirá atendê-los com primor. Por isso, o empreendedor precisa ter esse entendimento, o que, hoje em dia, está muito facilitado com recursos disponíveis na internet e em mídias sociais. Basta fazer uma pesquisa avançada e minuciosa e todas as informações necessárias sobre o que o cliente deseja serão encontradas e poderão ser ofertadas pela sua loja.

Agir com base em dados

Implementar uma política de excelência só é possível partindo de dados concretos e não achismos ou suspeitas. Então, invista em pesquisas de satisfação de clientes e trace estatísticas com os resultados, obtendo, assim, um diagnóstico plausível, que dê uma base sólida para a busca de soluções.

Ter de uma comunicação interna transparente

Ninguém quer lidar com empresas que não têm uma comunicação clara. Portanto, seja muito objetivo e transparente no seu relacionamento com sua equipe interna, que vai desde funcionários, fornecedores até os demais públicos envolvidos com seu processo. Isso vai fazer com que todos saibam exatamente o que você deseja e assim todos vão trabalhar com a mesma linha de raciocínio. Dessa forma, a qualidade dos serviços ou produtos ofertados será maior.

Aprender com os seus erros

Além de ser franco com o cliente, interprete as suas falhas como ensinamentos para a sua empresa e trabalhe com foco em não deixar que elas se repitam. Errar é uma característica humana e o mais importante de tudo é ter consciência de que o erro foi cometido, mas ele pode ser consertado e esse vai se tornar um dos melhores caminhos para seu crescimento profissional.

Saber identificar e contornar os próprios equívocos é crucial para qualquer negócio que busca evoluir. Encare esses desafios com foco e atitude e, com certeza, seu empreendimento vai ser um sucesso.

Trabalhar com hierarquia horizontal

Trabalhe o conceite de escuta ativa em sua gestão de pessoas, isto é, esteja atento e pronto para ouvir, reportar e dar feedbacks em relação às sugestões, dúvidas e contribuições de seus colaboradores. Para obter a produtividade alinhada com o conceito de controle de qualidade, é preciso praticar a hierarquia horizontal, na qual todos têm voz, compartilham ideias e conversam de igual para igual. Essa é uma construção coletiva, com viés democrático, e que tem sido muito proveitosa em ambientes organizacionais.

Quais são as melhores dicas para realizar uma boa gestão de qualidade no varejo?

O método de controle de qualidade pode ser aplicado em qualquer que seja a loja ou empresa. Para isto basta ficar atento a todas as características do negócio. Veja abaixo as dicas que separamos para que esse processo seja eficiente!

Faça pesquisas de satisfação com cada um dos seus clientes

Uma das dicas mais relevantes é fazer as pesquisas de satisfação com os seus clientes. Procure conversar pessoalmente ou por mensagens de WhatsApp com cada um deles. Verifique o que eles pensam sobre os itens oferecidos em sua loja e saiba como eles avaliam os seus produtos.

Esse diálogo confere dar a oportunidade de saber se os produtos ofertados têm ou não boa qualidade. Caso você perceba que os itens poderiam ter maior durabilidade, você vai poder tomar as atitudes necessárias para ampliar o nível das opções ofertadas.

Além disso, é interessante que os itens oferecidos estejam alinhados de acordo com os desejos de seu público-alvo. Isso vai fazer com que a sua empresa seja ainda mais competitiva.

Realizar avaliação de desempenho constantemente

Outra dica é utilizar as técnicas de aperfeiçoamento que auxiliam gestores na avaliação do desempenho de seu empreendimento. Nesse mundo tão competitivo, o destaque maior é para aqueles que são capazes de gerir os seus negócios com excelência, pois tais gestores são capazes de:

  • minimizar os custos;
  • aumentar a lucratividade;
  • satisfazer os seus clientes.

O indicador de desempenho de reavaliação PDCA (Plan do check act) que em português significa planejar, fazer, verificar, agir, é uma dessas soluções utilizadas para tornar os processos das organizações mais ágeis e acertadas.

Ao utilizar o PDCA de maneira correta, as empresas conseguem transformar problemas em oportunidades de melhoria. Com esse indicador, você consegue ver onde estão os erros e tomar atitudes para que essas falhas possam ser melhoradas, a fim de ter ótimos resultados.

Quais são as vantagens do uso do controle de qualidade?

Veja, agora, alguns dos benefícios da utilização desse modelo de gestão na sua empresa.

Maior satisfação dos clientes internos e externos

Uma das principais vantagens de investir no controle de qualidade é a maior satisfação dos clientes internos, que participam do processo de produção, e externos, que adquirem os produtos ou serviços da empresa.

A qualidade do serviço e das condições da operação são métodos essenciais para realizar um bom trabalho. Equipamentos de segurança duradouros, ferramentas sem falhas e reconhecimento pela sua atividade, são alguns dos elementos que devem ser garantidos ao corpo de funcionários para que tenham produtividade no serviço.

Para os clientes externos, uma empresa que investe em qualidade não só deve ser confiável entregando o produto ou serviço nas condições prometidas e disponível, mostrando-se disposta a solucionar todos os seus problemas, como também ter empatia o suficiente para entender as suas necessidades. Além disso, a satisfação dos consumidores ainda é motivada pela melhora da comunicação. Afinal, todos querem ser atendidos com boa vontade e gentileza.

Redução de custos

Outra motivação para a aposta no controle de qualidade está relacionada à redução de custos. O aumento do nível do padrão não está necessariamente ligado ao maior gasto com equipamentos, muito pelo contrário.

Além da empresa passar a investir somente nos equipamentos que são realmente necessários para o processo, ela mantém o foco naqueles que conseguem oferecer qualidade para atender a demanda do cliente, porém, que não encareça tanto o produto final. Vale ressaltar que os equipamentos de boa qualidade, em contrapartida, são mais econômicos pelo fato de reduzirem a chance de falhas e manutenções.

A junção entre redução de desperdícios e menor índice de erros nos produtos pode gerar uma economia significativa. Sendo assim, o aumento da qualidade deve ser sempre uma das principais estratégias da empresa para aumentar a lucratividade.

Mudança da cultura organizacional

A alternativa de gestão de qualidade tem o objetivo de oferecer à empresa o controle dos processos, de modo que a cultura organizacional seja totalmente focada em cumprir as necessidades dos clientes com excelência.

Por exemplo, digamos que você trabalhe com uma equipe que não está tão engajada na empresa e precisa de ajuda para acabar um trabalho que não tem tanto conhecimento. Se a companhia ainda não tem uma cultura organizacional que ensine os colaboradores a se esforçar, ao máximo, para cumprir as metas, é provável que a maior parte da equipe tenha a postura de “não é problema meu”, recusando-se a ajudar.

Já quando há uma mentalidade de qualidade, a responsabilidade pela entrega do trabalho passa a ser coletiva, permitindo que a organização avance alguns patamares na sua produtividade. Os produtos passam a ser produzidos com menos custo e em menos tempo, a fim de alcançar o padrão necessário para satisfazer o cliente.

O controle de qualidade abrange todas as funções da marca, desde a alta diretoria até o novo estagiário da equipe. Sendo assim, todos devem se adaptar ao padrão ideal, além de se comprometerem sempre com a melhoria contínua do próprio trabalho. Aplique esse método de gestão em sua empresa e veja o seu negócio crescer exponencialmente.

Gostou do nosso conteúdo sobre o que é o controle de qualidade e a importância dele para lojas de varejo? Não perca tempo, leia o nosso outro artigo “Entenda a importância do controle de estoque para a gestão do varejo” e fique por dentro desse assunto tão importante para sua gestão!

Você também pode gostar

Deixe um comentário