O marketing sazonal tem sido a aposta de muitos empreendedores que enxergaram uma oportunidade em épocas específicas do ano. De modo geral, a estratégia se refere ao aproveitamento de datas especiais para impulsionar as vendas da sua empresa e evitar que as mercadorias fiquem paradas no estoque.

Quer aproveitar a sazonalidade do seu produto e alavancar as vendas do seu negócio? Então você precisa utilizar um calendário promocional para se planejar e conquistar os clientes durante o ano todo. Confira algumas dicas para obter sucesso nessa empreitada!

Crie ofertas relacionadas às datas

É importante lembrar que um bom planejamento é sempre primordial para garantir a eficácia de qualquer estratégia da sua empresa. Em outras palavras, é necessário tempo hábil para desenvolver e programar soluções capazes de impactar o público-alvo. Portanto, é imprescindível que o calendário promocional seja elaborado previamente e considere eventos, como:

  • datas comemorativas do ano (Natal, Páscoa, Dia das mães, eventos regionais, etc);
  • datas importantes para o comércio (Dia do Consumidor, Black Friday,etc).

Utilizar um calendário promocional envolve aproveitar os eventos certos para promover o seu negócio, para tanto, é necessário mapear as datas mais relevantes do ano para o seu nicho e região.

Assim, fica mais fácil planejar as suas ações de marketing e realizar mudanças e ajustes com antecedência sem correr o risco de esquecer alguma comemoração.

Compreenda o público-alvo e a duração de cada ação

É preciso conhecer bem o público-alvo para planejar as melhores ações de marketing — isto é, compreender as necessidades, os desejos e as preferências dessas pessoas e usar essas informações para enriquecer a estratégia. Afinal, não adianta nada criar uma campanha incrível se ela não se comunicar adequadamente com quem interessa para o seu negócio.

Outro ponto que merece cuidado é a duração de cada ação, pois é essencial saber quando começar e quando terminar a divulgação da campanha. Lembre-se: tudo é questão de timing e você deve ser capaz de usá-lo sempre a favor do seu empreendimento, tomando ações nos momentos ideais.

Por exemplo, uma papelaria que deixa para conversar com seu público e expor seus produtos apenas em janeiro pode estar cometendo um erro grave, pois as aulas já estariam prestes a voltar e muitos pais preferem comprar o material escolar de seus filhos com antecedência, em dezembro e, até mesmo, em novembro, para aproveitar os preços mais acessíveis.

Utilize as datas para buscar novas oportunidades

O que acha de aproveitar alguma data comemorativa para inovar, divulgando ou, até mesmo, criando um novo produto? Uma ideia interessante é compreender o contexto do evento e tentar associá-lo aos clientes e às soluções oferecidas pela sua empresa.

Esse é apenas um exemplo de como é possível utilizar o calendário promocional para buscar novas oportunidades em uma data comemorativa. Outra ideia é investir em um comércio eletrônico para expandir o alcance da sua marca. Além disso, tenha em mente que sempre é fundamental encontrar meios de aprofundar o planejamento e se destacar da concorrência.

Use o cartão próprio da loja

O cartão próprio da loja é uma solução que traz muitos resultados para os varejistas — um exemplo disso é o fortalecimento da relação entre empresa e consumidor, uma vez que o cartão é aceito somente onde é emitido.

Os eventos do seu calendário promocional podem ser uma ótima forma de incentivar o uso do cartão da loja como meio preferencial de pagamento, impulsionando as vendas. Você pode, por exemplo, propor ações promocionais exclusivas para os portadores do cartão da sua marca.

Agora que você já conhece as nossas dicas para utilizar um calendário promocional e alavancar suas vendas, é hora de arregaçar as mangas e colocar as mãos na massa! Nada de deixar as ações de marketing para última hora. Trace planos desde já e os coloque em prática para identificar o que funciona ou não para a sua empresa.

Quer ficar por dentro de outros artigos como este? Não deixe de acompanhar os nossos perfis no Facebook e no LinkedIn.

Share: