fbpx

Credit Score: usar o próprio ou o modelo de mercado?

6 minutos para ler

O Credit Score é utilizado para aumentar a segurança das empresas financeiras na hora de fazer a concessão de crédito para seus clientes. A ferramenta oferece uma nota para aprovar, ou não, as solicitações dos consumidores para minimizar os riscos e evitar a inadimplência. Ela ajuda a fazer as análises das finanças de pessoas que trabalham como autônomos ou microempreendedores.

As lojas de materiais de construção também podem utilizar métodos para conceder o cartão próprio para seus clientes. Aqui, você entenderá o que é Credit Score e qual é o seu objetivo ao mensurar os riscos, onde utilizar a solução e como escolher o melhor modelo para a sua loja de material de construção.

Neste artigo, vamos explicar como você pode utilizar as informações obtidas e aproveitar as novas captações. Prossiga com a leitura até o fim!

O que é Credit Score?

Credit Score é um sistema utilizado por proprietários de empreendimentos e instituições financeiras que concedem crédito para o público. O modelo estatístico pode ser desenvolvido por meio de softwares, que coletam e analisam fatores e variáveis socioeconômicas do mercado que tenham relação com o solicitante. A ferramenta atribui uma nota de 0 até 1.000 para estimar os riscos.

Portanto, a solução sempre se relaciona com uma política que serve para avaliar o perfil de um cliente e averiguar se determinados valores poderão ser concedidos. Ela evita que enormes volumes de solicitações sejam enviados para a avaliação e facilita a tomada de decisão por parte de gestores, empresários ou consultores.

Qual é o melhor modelo de Credit Score a se utilizar?

O melhor modelo de Credit Score é aquele que reúne os dados do tomador de crédito e os utiliza para fazer cálculos, que apontam as possibilidades para realização de financiamento futuro.

Veja, a seguir, quais são as principais características da solução mais eficiente que se encontra disponível no mercado para proprietários de lojas de materiais de construção!

Usar informações obtidas

As empresas podem escolher um Credit Score que seja disponibilizado no mercado ou optar pelo desenvolvimento de uma solução interna. Nesse caso, o modelo desenvolvido pelo proprietário capta dados de fontes que têm fé pública e dos históricos internos do relacionamento com a loja. Isso reduzirá custos e permitirá um maior volume de avaliações para captar novos clientes.

Um bom sistema coleta informações públicas relacionadas ao censo, índice de inadimplência por região e pesquisas do mercado de trabalho. Ele também captura dados referentes ao comportamento de crédito do requerente, por exemplo, ação judicial em trâmite, débitos em aberto etc. Depois, utiliza ferramentas estatísticas e fórmulas matemáticas para permitir a abertura de crediário no comércio.

Análise das variáveis

A solução faz o cálculo do risco envolvido na operação com base em diversos elementos, tais como:

  • sexo;
  • idade;
  • profissão;
  • renda;
  • estado civil;
  • endereço;
  • número de dependentes;
  • entre outros.

Alguns modelos do mercado baseiam sua análise na emissão de notas fiscais, quantidade de consultas realizadas nos últimos tempos, quitações realizadas, negativações protestos e cheques sem fundos.

Oportunidade de novas captações

O sistema ideal aumenta as oportunidades de realizar novas captações de clientes no mercado, possibilita maior agilidade e reduz custos que existiriam com a contratação de profissionais capacitados. As propostas são avaliadas com rapidez e isso evita que o cliente procure a concorrência. Porém, a loja pode utilizar uma combinação de Credit Score de mercado com o seu próprio.

Como ter segurança na análise de um Credit Score interno?

O Credit Score de mercado pode ser utilizado para a concessão de crédito que envolva um risco maior, que tenha valor elevado ou que seja requerido por clientes não bancarizados. Nessas situações, os sistemas não conseguem realizar uma análise adequada pela ausência de dados confiáveis ou falta de variáveis.

Observe, abaixo, como ter mais segurança em suas análises!

Acessar facilmente a análise

As lojas precisam ter acesso rápido e fácil aos dados externos e internos para gerar o Credit Score. A agilidade no recebimento das informações de qualidade aumentará a aderência do modelo estatístico. Se surgir uma indecisão interna, a nota atribuída pela solução ajudará a desempatar a análise e gerará um excelente custo-benefício para as operações.

Agilizar a análise

O Credit Score próprio agiliza a análise e possibilita o fornecimento de uma resposta rápida e precisa para o cliente que solicitou o crédito. A solução pode utilizar fontes que estão disponíveis no mercado para obter informações atualizadas em tempo real, a partir de diversas redes. Ela funcionará muito mais rapidamente do que outras ferramentas.

Integrar aos motores de crédito do mercado

Um Credit Score interno se integra aos motores de crédito do mercado, indica empresas correlacionadas e analisa o status do profissional no Ministério do Trabalho. A solução verifica se o cliente é beneficiário dos programas do governo, como o Bolsa Família, ou se recebe o FGTS e o Seguro-Desemprego devido a uma demissão.

A solução identifica a renda familiar per capita, faz checagens antifraude e valida o status do WhatsApp que foi fornecido pelo consumidor solicitante do crédito. Ela pode informar se o número do celular é utilizado, assim como o dia e o horário da última atualização da foto do perfil no aplicativo.

Por outro lado, fará o cruzamento dos dados coletados com as informações do histórico do consumidor. A pontuação terá como base requisitos padronizados pelo empreendedor do varejo e na consulta de várias ferramentas de análises para a identificação de pontos críticos localizados no score do crédito. O usuário obterá o percentual de risco oferecido por um cliente.

Conhecer a situação financeira

Uma solução interna ajudará a conhecer a situação financeira ou a capacidade econômica dos seus clientes. As lojas podem fazer dívida para expandir os seus negócios, contudo, não deverão vincular o pagamento de seus compromissos ao crédito concedido aos consumidores. Avalie o mercado de trabalho do solicitante do crédito e todos os aspectos envolvidos na concessão.

Decidiu se prefere usar o Credit Score próprio ou o modelo de mercado? Mantenha os cadastros dos seus clientes atualizados, para ter maior segurança no momento de decidir se concede ou não o crédito solicitado. Utilize um sistema de gestão, para gerenciar a sua carteira de clientes e dominar as novas tecnologias envolvidas nessas operações.

Quer saber mais sobre o tema? Siga em frente e leia o próximo artigo: Credit Score: entenda como funciona e a importância para o seu negócio!

Você também pode gostar

Deixe um comentário